Precisamos falar sobre Kevin

Eva é uma mulher de quarenta e poucos anos bem vividos. Tem uma carreira internacional promissora, espírito aventureiro e um marido que sempre sonhou. Sua vida estavel é interrompida pelo nascimento de seu primeiro filho,Kevin.Ter um filho nunca fora um objetivo para Eva mas ela não questiona tanto. Aceita de bom grado mas não tem grande simpatia pela ideia. Sua vida muda desde a gestação. Desde aí, percebe que Kevin não é uma criança normal.Irá infernizar sua vida até o fim. Precisamos falar sobre kevin é um filme baseado no pesado livro de Lionel Shriver. Se no livro, Eva tenta entender o que aconteceu com Kevin para causar tamanha tragédia através de cartas a seu marido, no filme a história é contada de forma desfragmentada. As situações passadas por Eva devido a Kevin são um pouco mais contidas no livro mas no filme são bem exploradas e produzidas. Vale dizer que além do propósito de desmistificar alguns temas como a maternidade, é um filme que entretem e aterroriza. Muitos sites e revistas especializadas já escreveram inúmeras teorias psicanalíticas e até esse momento dissecaram cena por cena. A relação entre mãe e filho, a loucura que é a sociedade americana e sobre as tragédias que acontecem nas escolas. Não vou chover no molhado. Ainda mais por crer que esse filme tem um impacto maior assistindo sem informações prévias. Veja.Reveja.Discuta sobre. Precisamos falar sobre Kevin é um filme intrigante que vai além de interpretações óbvias. È o tipo de filme que perturba,que causa reflexões. E se você for mente aberta e se deixar levar, provoca mudanças de pensamentos que estão arraizados. • Direção: Lynne Ramsay • Roteiro: Lynne Ramsay (roteiro), Rory Kinnear (roteiro), Lionel Shriver (romance) • Gênero: Drama/Suspense • Origem: Estados Unidos/Reino Unido • Duração: 112 minutos • Tipo: Longa-metragem

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

5 comentários:

KGeo disse...

Basicamente esse filme mostra todo o trama da mãe, que sofre as consequências do massacre que o filho fez, mostra o crescimento do filho com a mãe e o resto da família, eu achei esse filme surpreendente, é uma coisa que recomendo para verem.

gostei de toda a visualização deste blog, é um bom blog.

Blake disse...

Ainda não assisti, mas parece ser um ótimo filme dramático.
Gostei do seu blog e já estou seguindo, aproveito para lhe convidar a conhecer e seguir o Sook também.

Tem 3 PROMOÇÕES rolando lá no Sook. São 8 LIVROS ao total! Passa por lá depois e confira!!!

BjO
http://the-sook.blogspot.com.br/

Vanessa Santos disse...

@KGeo
Interessante seu comentario."crescimento da mãe"... E o filho será que tem algum crescimento,será que algo é apreendido por ele depois de todo o horror?
Vlw pela passagem!

Vanessa Santos disse...

@Blake
assista sim!è excelente!

Jefferson Reis disse...

Ual! Fiquei muito interessado.

Postar um comentário